• 19 de julho de 2019

Mitos e Verdades – Aesdes Aegypti – Parte 2

Mitos e Verdades – Aesdes Aegypti – Parte 2

Este artigo é parte da serie Mitos e Verdades – Aesdes Aegypti. A primeira parte pode ser lida aqui

No período de inverno a população está livre da doença?

Isso deve ser considerado um engano. Durante o frio, a larva entra no estado de hibernação e quando as chuvas e as altas temperaturas voltam, as larvas eclodem e há a contaminação novamente. Portanto, o trabalho de vistoria de quintais, terrenos baldios, estabelecimentos e outros locais, bem como, a busca e eliminação de criadouros do mosquito deve ser feito.

O ideal é usar um repelente ou os inseticidas para evitar a picada do mosquito?

Precisamos ter bastante atenção quanto a isso. As duas opções podem ser utilizadas. No entanto, temos de lembrar que o uso desses recursos são soluções momentâneas que não resolvem realmente o problema da doença. Estamos apenas protegidos temporariamente. Quando termina o efeito do repelente, estamos novamente expostos ao mosquito. Portanto, o ideal é atuarmos como vigilantes em nossa casa, no trabalho, na creche e na escola de nossos filhos e em outros locais em que tivermos acesso. Temos de eliminar os criadouros onde o mosquito deposita seus ovos e se prolifera.

É verdade que o mosquito não consegue atingir locais altos?

A fêmea se alimenta de sangue no início da manhã e mais no final da tarde, o que não impede que aconteça em outros horários. Quanto à capacidade de vôo, sabemos que possui possibilidade de acesso a alturas como, por exemplo, chegar à caixa de água de sua casa, às calhas e terraços. Por sua vez, sua potencialidade de vôo não atingiria um prédio de quatro andares. No entanto, ele pode chegar a alturas mais elevadas considerando que o mosquito pode estar alojado em elevadores, embalagem materiais em geral, brinquedos, caixas de ferramentas e uma infinidade de outros recursos que podem conduzi-lo até a cobertura de qualquer edifício. Mas suas preferências ainda são as baixas alturas, tendo em vista que, sem fazer esforço, consegue alimentar-se e proliferar-se.

Ar condicionado e ventilador impedem as picadas do mosquito?

Não. O ar condicionado pode impedir a entrada do mosquito, já que o ambiente está fechado. O que existe de verdadeiro nessa história é que, normalmente, o mosquito se direciona em função da liberação de gás carbônico, feita pelas vias aéreas. Então, pelo fato de o ventilador ou ar condicionado estarem ligados, o gás carbônico fica mais diluído e impediria que o mosquito localizasse a vítima por conta disso.

Colocar água sanitária na água ajuda a evitar as larvas?

Ajuda. É uma das principais medidas. Colocar uma colherzinha de água sanitária na caixa d’água, na piscina, nas poças de água ajuda a evitar as larvas.

Todas as pessoas picadas pelo mosquito transmissor irão desenvolver a doença?

Primeiro é preciso que o mosquito esteja contaminado com o vírus.

Fonte: https://mosquito.saude.es.gov.br/mitos-e-verdades-aesdes-aegypti